A verdadeira valentia é percebida durante a batalha

Valentia se evidencia sempre que lidamos com algo maior do que nós. Somos valentes quando admitimos nossas limitações.

valentia nas batalhas

Nossa valentia é medida diante dos desafios, não quando nossa vida está tranquila. A valentia com a qual encaramos nossas fragilidades é a maior delas.

Ser capaz de admitir mazelas é o princípio para que sejam superadas. Não somos capazes de mudar o que quer que seja enquanto permanecemos em negação.

Identificar nossa origem e reconhecer que não conseguiremos sozinhos, admitindo a necessidade de um Salvador, representa uma mudança de paradigma.

Um pouco de C S Lewis

O cristianismo nada mais é do que isso. C S Lewis sempre ilustra sabiamente estas verdades e é com este texto dele, que mais uma vez, convido-os a meditar:

Nenhum homem sabe quão mau ele é, até que ele tenha tentado de toda maneira ser bom. Uma ideia tola, mas muito atual, é que as pessoas boas não conhecem o significado ou não passam por tentações.

Isto é uma mentira óbvia. Só aqueles que tentam resistir a tentação, sabem quão forte ela é. Afinal de contas, você descobre a força do exército inimigo lutando contra ele, não cedendo a ele.

Você descobre a força de um vento, tentando caminhar contra ele, não se deitando ao chão. Um homem que cede ante a tentação depois de cinco minutos, simplesmente não sabe o que teria acontecido se tivesse esperado uma hora.

Esta é a razão pela qual as pessoas ruins, de certa forma, sabem muito pouco sobre sua maldade. Elas viveram uma vida abrigada, por estarem sempre cedendo. Nós nunca descobrimos a força do impulso mal dentro de nós, até que nós tentamos lutar contra ele:

e Cristo, porque Ele foi o único homem que nunca se rendeu a tentação, também é o único homem que conhece completamente o que tentação significa – o único realista no total sentido da palavra.”

C.S. Lewis

Jesus um exemplo de valentia

Imitemos o exemplo deixado por Jesus. Sejamos realistas em relação a nossa real condição. Busquemos hoje a resposta nEle para nossas perguntas e inquietações. É preciso de valentia para admitir isso.

Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á.”

Mt 16. 24,25

Autor: bygrace

Estou Secretária executiva, amo biografias, escrever, ler e recentemente lancei meu primeiro infoproduto. Desejo contribuir para que mais pessoas assumas seu protagonismo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s