O presente é a única coisa que temos

Quando visitamos assiduamente o passado, ou permitimos que a ansiedade do futuro nos assole, subtraímos o presente de nossa existência.

presente, é a única coisa que temos

Embora pareça clichê, o presente, realmente, é a única coisa que temos. Porque então é tão difícil viver focado no agora? Qual o segredo para usufruir do presente em sua plenitude?

Por vezes o passado não reconhece seu lugar e influencia nossas decisões. Outras vezes é o futuro que insiste em invadir uma esfera de ação que ainda não é sua. Sem ignorar as lições aprendidas no passado, ou o planejamento razoável e sadio do futuro, devemos focar no presente.

O dia de hoje tem característica que o ontem não possuía, e não é sábio deixá-lo contaminar-se com o que o passado carrega. Quando isso acontece, esvaziamos o hoje de significado. O novo pode e deve ser criado. Raramente será uma imitação do que já fizemos.

O amanhã nasce hoje

O dia de amanhã ainda não está desenhado, e além disso, não temos influência alguma sobre ele. Ele pode reservar surpresas agradáveis ou desagradáveis, mas cabe a nós confiar que as estratégias serão liberadas, quando delas precisarmos.

Os anos acrescentam memórias e lições em nossa caminhada. É saudável cultivá-las, desde que elas não estejam ditando ou estagnando nosso presente. O mesmo se diz em relação aos sonhos e projetos futuros, eles são úteis, desde que não adiem o hoje.

Quando nosso presente está contaminado com cargas excessivas de passado ou preocupação demasiada com o futuro, anulamos o presente. Por mais que nos desafie, temos que viver um dia de cada vez. É esse espaço de 24 horas que somos chamados a administrar.

O dia e a noite

Quando criança, lembro-me de pensar sobre a necessidade de dormir. Crianças, em geral, não gostam de ser interrompidas, especialmente quando estão na companhia agradável dos amigos. Achava inadequada a interrupção.

O dia e a noite. A semana. Os meses. As estações. Os anos. Foram todos divididos sabiamente por Deus, para serem digeridos em doses homeopáticas. Nenhum ser humano é capaz de digerí-los de outra forma, por mais que tente.

Quando tentamos, nos afogamos, sufocamos e por vezes adoecemos. Temos que aprender a nos levar menos a sério. A valorizar os recursos e oportunidades que temos nas mãos. Os relacionamentos conquistados. Visitar o passado com grau menor de assiduidade e permitir que o futuro chegue na velocidade apropriada.

Sendo sábio

A sabedoria de viver o hoje talvez  ajuste os erros do passado. E se não ajustar, paciência. Temos que decidir abandonar aquilo que nos impede de viver o presente. Essa escolha, poderá nos garantir um futuro brilhante, pois o futuro é construído em cima das eleições de hoje.

Seja valente ao escolher viver esse dia. Aproveite sua essência. Se é chuva ou sol que o espera por trás da janela, só você pode decidir o que fazer com as oportunidades que tem. Ninguém mais poderá viver esse dia como você.

esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” Fl. 3:13,14

 

Autor: bygrace73513376

Sou gaúcha, amo biografias e gosto do desafio de compartilhar fragmentos da minha. Faço parte de uma geração analógica que usufrui dos benefícios da era digital. Por isso, o bygrace é produto de uma jornada analógica, compartilhada de forma digital.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s